SEJAM BEM VINDOS!

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

domingo, 31 de janeiro de 2010

PARABENS!!!

Leve-me com você!










Queridos (as)!!!
Que delícia completar 1000 visitas em tão pouco tempo!!!!
Venham comemorar comigo! Comam um pedaço de bolo e
tomem champanhe à vontade!!!
Tim tim!!!





Hummmmmm!!!!
um grande abraço a todos!


sábado, 30 de janeiro de 2010

Psicórdica



vamos dormir juntos, meu bem,
sem sérias patologias.
meu amor este ar tristonho
que eu faço pra te afligir,
um par de fronhas antigas
onde eu bordei nossos nomes
com ponto cheio de suspiros.

( Adélia Prado)


terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Não Recebi Nada do Que Pedi...


Pedi a Deus para ser forte
a fim de executar projetos grandiosos
e Ele me fez fraco
para conservar-me na humildade.

Pedi a Deus que me desse saúde
para realizar grandes empreendimentos
e ele me deu a doença
para compreendê-Lo melhor.

Pedi a Deus a riqueza
para tudo possuir
e Ele me deixou pobre
para não ser egoísta.

Pedi a Deus o poder
para que os homens precisassem de mim
e Ele me deu a humildade
para que eu precisasse de Deus.

Pedi a Deus tudo
para gozar a vida
e Ele me deixou a vida
para eu poder gozar de tudo...

Senhor, não recebi nada do que pedi
mas me destes tudo de que eu precisava,
e quase contra minha própria vontade,
as preces que eu não fiz foram ouvidas.

Louvado sejas, ó meu Deus!
Entre todos os homens,
Ninguém tem mais do que eu!

(oração de um atleta norte-americano que, aos 24 anos, ficou paralítico
e encontrou Deus no sofrimento).


segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Viva, a vida é arriscada





Quando jogamos, nos arriscamos a perder.
Quando nos arriscamos a ganhar muito,
também nos arriscamos a perder muito.
Quando rimos, corremos o risco de parecermos bobos.
Quando choramos, corremos o risco de parecermos fracos.
Quando gritamos, corremos o risco de parecermos brutos.
Quando temos esperanças, nos arriscamos a ter decepções.
Quando pedimos, nos arriscamos a receber um não.
Quando amamos, nos arriscamos a sofrer.
Quando nos damos, nos arriscamos a perder-nos.

Afinal, a vida é arriscada, mas somente para quem vive!





quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Dizer que te amo.



Dizer que te amo é pouco
para este amor tão louco,
que não cabe dentro de mim...
Dizer que te amo, bem além
do que a frase significaria,
queria dizer, para dizer de toda esta alegria!
Dizer que te amo, como quem ama a própria vida, em verdade,
sonhando ter a grande felicidade!
Dizer que te amo, eu digo assim:
é um amor de passado, presente e futuro,
de um passo forte, firme e seguro!
Dizer que te amo, digo e vale bastante,
pois quem não te esquece um só instante
almeja teu amor até o fim!
Mas dizer que te amo, vale mais ainda,
sei de uma forma de amar infinda,
intraduzível ainda para mim!...
(Wandisley Garcia)

domingo, 17 de janeiro de 2010

Duas vidas um amor





Dois corações pulsando por um só amor
Dois navios atracados no mesmo cais
Dois amores traídos pela mesma mentira
Dois cascos partidos pela mesma rocha

Dois corpos cruxificados pela mesma cruz
Dois desejos alimentados pela mesma promessa
Duas vidas sofrendo pelo mesmo amor
Lágrimas derramadas pela mesma dor...
(Marineide)

sábado, 16 de janeiro de 2010


Mesmo que as pessoas mudem
e suas vidas se reorganizem,
os amigos devem ser amigos para sempre,
mesmo que não tenham nada em comum,
somente compartilhar as mesmas recordações.
pois boas lembraças, são marcantes,eo que é
marcante nnca se esquece!
Uma grande amizade
mesmo com o passar do tempo
é cultivada assim!

(Vinícius de Moraes)




quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Fragmentos de Amor




Interessante nosso caso!
Nosso amor parece ter encontrado a pitada certa
O tempero no ponto exato,
Pois não é doce demais, tampouco salgado...
Ele é algo difícil de se explicar.
É como uma rosa que teima nascer entre pedras,
Desafiando o calor intenso e a falta d'água
Mas, depois de algum tempo, suas raízes encontraram solo fértil
Então, na calada da noite, cresceu e se tornou uma linda rosa...
Uma rosa que é rosa à noite e é azul de dia.
Um amor que cresceu sem se importar onde ia chegar
E chegou onde está, mais seguro, mais tranqüilo
mais maduro.
Um amor que une uma peixinha e um lobo
Um lobo que aprendeu a amar o mar
para poder chegar perto de sua amada!
Uma peixinha que, de teimosa, ensinou um lobo a amá-la
Estranhos os caminhos do amor!
Maravilhosos os efeitos deste amor dentro de nós!
Desejo a nós dois muito tempo para dividirmos,
Muito amor para gastar,
Muitos sorrisos e muitas gargalhadas,
Porque a vida, apesar de seus contratempos, é linda!
Muito mais linda com você junto de mim!
Com amor e carinho
(Eduardo Baqueiro)


quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Amo te amar...





Muito Além de Amar...
É pouco poder te ver...
É pouco mesmo te ter...
Como, então, satisfazer
A ânsia de te querer?...
E como o medo vencer
De pensar em te perder?
Não me contento em te amar...
Preciso ir muito além!
Queria poder fundir
O meu ser com o teu ser...
Eu não só amo te amar:
Além de amar te amar,
Adoro te adorar!

(autor desconhecido)



terça-feira, 12 de janeiro de 2010



“Há momentos em que se sente liberado de seus próprios limites e imperfeições humanas.

Nesses instantes a gente se sente num pequeno canto de um pequeno planeta com o olhar fixo e maravilhado na beleza fria mas contudo profunda e emocionante do que é eterno e incompreensível
A vida e a morte se fundem e não há nem evolução ou destino, apenas o SER “

(Albert Einstein )


segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Viver Despenteada



Decidi aproveitar a vida com mais intensidade….

O mundo é louco, definitivamente louco...
O que é bom, engorda.
O que é lindo, custa caro.
O sol que ilumina o teu rosto, enruga.
E o que é realmente bom nesta vida, despenteia...

- Fazer amor - despenteia.
- Nadar - despenteia
- Pular - despenteia.
- Tirar a roupa - despenteia.
- Brincar - despenteia.
- Dançar - despenteia.
- Dormir - despenteia.
- Beijar com ardor - despenteia.

É a lei da vida: Vai estar sempre mais despenteada a mulher que,
decide andar na montanha russa, que aquela que decide não subir.
Por isso, a minha recomendação a todas as mulheres:
Entrega-te, come coisas gostosas, beija, abraça,
dança, apaixona-te, relaxa, viaja, salta,
dorme tarde, acorda cedo, corre, voa,
canta, arranja-te para ficares linda,
 arranja-te para ficares confortável,
admira a paisagem, aproveita, e acima de tudo:

Deixa a vida despentear-te!!!!

O pior que pode acontecer é que precises de te pentear de novo...




sábado, 9 de janeiro de 2010

O Perfume Vindo da Terra




Tamborilando de leve
No vidro de cada janela,
Chora a chuva que cai
Aumentando as águas do mar.

Sobe pelas narinas o forte aroma
Vindo das entranhas da terra
Feito das puras essências
Do céu desfeito em lágrimas.

Descem em cascata as frias gotas
Parecendo cortina de pérolas,
Espalhando-se pelo chão sedento
Sepulcro das recordações.

Depois o vento, no céu cinzento,
Afasta uma nesga do manto
Da atmosfera carregada,
E irrompendo como um filho

Sai um raio quente dourado
Do ventre do sol encarcerado
Na fortaleza de densas nuvens
Para vivificar todas as coisas.

Passou a chuva como passa a vida.
Restou do seu parto um irisado arco,
Profético e efêmero caramanchão
No jardim da natureza.

A graça da felicidade vivida
Até o dia da eterna partida.
(Maria Hilda de J. Alão)




quinta-feira, 7 de janeiro de 2010



Ame...
Apaixone-se...
Erre...
 erre quantas vezes forem
necessárias...
Sorria...Brinque...Chore...
Beije...Morra de amor...
Sinta...Sonhe...Cante.
..Grite...Viva...
O fim nem sempre é o final.
A vida nem sempre é real.
A roda nem sempre é gigante.
O passado nem sempre passou.
O presente nem sempre ficou
.O hoje nem sempre é agora.
O tempo...
O tempo não pára".
(
Autor desconhecido.)




quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Ensinamento



Minha mãe achava estudo
a coisa mais fina do mundo.
Não é.
A coisa mais fina do mundo é o sentimento.
Aquele dia de noite, o pai fazendo serão,
ela falou comigo:
"Coitado, até essa hora no serviço pesado".
Arrumou pão e café , deixou tacho no fogo com água quente.
Não me falou em amor.
Essa palavra de luxo.

(Adélia Prado)




terça-feira, 5 de janeiro de 2010



Destino

desatino
libertar,
liberta e desata
o atado,
ficando desatado.
Destino traicoeiro
e ultrapassado,
rumo a seguir,
rota perdida,
descaminho,
destruido e
desesperado.
Desconforto
desfavoravel,
desprovido e
desmanchado.
Destino determinado,
destino esperado,
destino explorado,
destino agitado,
destino marcado.
Descaminho
ou caminho.
(Ana Maria Goncalves)



segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

AVISO:



Caros amigos,
Como vocês podem constatar, este blog mudou de endereço, agora o novo link é http:gregapoemas.blogspot.com. Em virtude da mudança o cantinho reservado para meus seguidores ficou vazio. Peço a gentiliza e a compreensão de todos para que façam seus registros novamente. Queiram me desculpar o incômodo, porém, eu quiz reunir meus três cantinho em um só painel. Isto fez com que tivéssemos que mudar o endereço e consequentemente, o link atual ficou sem seguidores.
Eu disse "tivéssemos" porque, na realidade, quem realizou a maior parte do trabalho foi minha nova amiga Lê, dos blogs "Mimos da Lê" e "Butterflies". Eu a batizei de minha nova "Mentora" de blog. Quero aproveitar a oportunidade para agradecer a Lê de todo coração. Obrigada por ter perdido sua tarde de domingo comigo, me ajudando! Obrigada também pelos conselhos tão úteis que fizeram com que meus cantinhos ficassem mais belos e funcionais.

Um grande abraço a todos!
Marineide





domingo, 3 de janeiro de 2010

Flor traiçoeira





De ainda longe, era
uma escrava falena
do seu perfume
venenoso e vago.

Planta esquisita!
Símbolo do estrago:
ao inseto, que um amasse,
Dava uma morte!

Assim também, como o inseto amoroso,
O NECTAR sugo límpido, secreto
Dos teus sorrisos em flor virginais.

E, já prostrado pelo seu veneno,
Caio A teus pés, exânime, Sereno,
Como um leão, aos pés do domador!

(Guilherme de Miranda)
Copiado do blog "Papel Carbono")


sábado, 2 de janeiro de 2010

Canção do dia de sempre






Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...

Mário Quintana


sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Soneto da separação





De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Vinícius de Moraes




Related Posts with Thumbnails
 
Topo